Subconjunto Terminológico CIPE® para a Pessoa Acometida pelo Infarto Agudo do Miocárdio

Nome: Renata Soares Passinho
Tipo: Dissertação de mestrado profissional
Data de publicação: 05/04/2017
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Cândida Caniçali Primo Co-orientador
Walckiria Garcia Romero Sipolatti Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Cândida Caniçali Primo Coorientador
Lorena Barros Furieri Suplente Interno
MARCOS ANTONIO GOMES BRANDÃO Suplente Externo
MARIA MIRIAM LIMA DA NÓBREGA Examinador Externo
Mirian Fioresi Examinador Interno
Walckiria Garcia Romero Sipolatti Orientador

Resumo: O infarto agudo do miocárdio (IAM) é conceituado como a morte dos
cardiomiócitos em decorrência da isquemia prolongada. O presente estudo trata sobre a elaboração do subconjunto terminológico da Classificação Internacional para a Prática de Enfermagem (CIPE®) específico para atendimento à pessoa acometida pelo IAM. Objetivo geral: elaborar o Subconjunto terminológico CIPE® para a pessoa acometida pelo IAM orientado pelo “Modelo de Atividades de Vida” de Roper, Logan e Tierney. Metodologia: pesquisa metodológica na qual foram realizadas seis etapas: 1) Identificação de termos relacionados aos sinais, sintomas e complicações do IAM, através de uma revisão integrativa da literatura, realizada nas bases de dados; 2) Mapeamento dos termos identificados na revisão com os termos do eixo Foco da CIPE® 2015; 3) Elaboração dos enunciados de diagnósticos/resultados de enfermagem e construção das definições operacionais; 4) Elaboração dos enunciados de intervenções de enfermagem; 5) Validação dos diagnósticos/resultados e intervenções de enfermagem; e 6) Organização do
subconjunto terminológico CIPE® para a pessoa acometida pelo IAM de acordo com o modelo teórico de Roper-Logan-Tierney. Resultados: Após a validação de conteúdo realizada por 22 especialistas, os diagnósticos/resultados e intervenções de enfermagem que alcançaram IVC ≥ 0,80 foram incluídos no subconjunto terminológico, restando, ao final, 34 diagnósticos/resultados e 43 intervenções de enfermagem. Produto: Tecnologia assistencial sob a forma de material instrucional denominada “Subconjunto Terminológico CIPE® para a Pessoa Acometida pelo Infarto Agudo do Miocárdio”. Conclusão: A CIPE® mostrou-se uma taxonomia com uso facilitado devido à presença de termos que são compatíveis com os utilizados na prática clínica do enfermeiro. A validação de conteúdo dos enunciados de diagnósticos/resultados e intervenções de enfermagem evidenciou que os termos da CIPE® são equivalentes, em sua maioria, aos termos da literatura científica a respeito dos sinais, sintomas e complicações do IAM. 77,27% dos diagnósticos/resultados de enfermagem elaborados alcançaram o IVC ≥ 0,80 e 50% das intervenções de enfermagem elaboradas alcançaram o IVC ≥ 0,80. Além disso, os especialistas demonstraram conhecimento sobre o cuidado à pessoa acometida pelo IAM na medida em que 6 sugestões de diagnósticos/resultados e 14 de intervenções de enfermagem foram dadas.

Acesso ao documento

Transparência Pública
Acesso à informação

© Universidade Federal do Espírito Santo 20013. Todos os direitos reservados
Av. Marechal Campos, 1468 - Maruípe | Vitória - ES, Brasil | CEP 29.040-090