LESÃO POR PRESSÃO EM PACIENTES PEDIÁTRICOS:
FLUXOGRAMA DE PREVENÇÃO E SISTEMATIZAÇÃO DO CUIDADO DE ENFERMAGEM

Nome: Carla Braga Oliveira Rodrigues
Tipo: Dissertação de mestrado profissional
Data de publicação: 15/08/2018
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Maria Edla de Oliveira Bringuente Orientador
Thiago Nascimento do Prado Co-orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Maria Edla de Oliveira Bringuente Orientador
Thiago Nascimento do Prado Coorientador

Resumo: Introdução: A ocorrência da lesão por pressão em crianças promove dor e sofrimento, afeta a qualidade de vida devido às implicações psicossociais, representa maior gasto hospitalar, aumenta o tempo de internação e a morbimortalidade dos pacientes pediátricos. Assim, visando atender uma demanda institucional por melhorias e avanços na qual a pesquisadora está inserida instigou a implantação de uma ferramenta para organizar a atuação da enfermagem de forma sistematizada por meio de instrumentos que contribuam na promoção da prevenção e a avaliação da criança com lesão por pressão possibilitando a segurança e melhoria da qualidade da assistência. Esse projeto está alinhado a linha de pesquisa organização e avaliação dos sistemas de cuidados à saúde, e foi desenvolvido em parceria com a equipe da Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica da instituição. Objetivos: Elaborar um fluxograma de risco e de prevenção de lesão por pressão nos pacientes pediátricos; desenvolver um instrumento para sistematização do cuidado de enfermagem para a criança com lesão por pressão fundamentada na Teoria das Necessidades Humanas Básicas de Wanda Horta e realizar validação do fluxograma e o instrumento com os enfermeiros de um Hospital Pediátrico. Metodologia: Trata-se de um estudo de validação de tecnologia, com abordagem qualitativa. O processo ocorreu nas seguintes etapas: 1) Identificação do fenômeno em estudo e evidências clínicas, através da revisão bibliográfica. 2) Elaboração do fluxograma de risco e de prevenção de lesão por pressão, e do instrumento para Sistematização do cuidado de enfermagem a essa criança 3) Validação do conteúdo por consenso entre os enfermeiros através da técnica do grupo focal. Resultados: O fluxograma foi validado por 100% dos enfermeiros e construído através de três categorias: avaliação da pele do paciente na admissão; avaliação de risco: a escala de Braden Q e dos cuidados de prevenção de enfermagem de acordo com a avaliação de risco; e o instrumento através do conteúdo dos fatores de risco e das necessidades humanas básicas psicobiológicas de oxigenação, hidratação e regulação eletrolítica, nutrição, eliminação, sono e repouso, imobilização, locomoção, mecânica corporal e motilidade, integridade cutâneo – mucosa, regulação térmica, neurológica, vascular, dolorosa, terapêutica e sinais de infecção da ferida. Produtos: Fluxograma de prevenção de lesão por pressão para pacientes pediátricos e Instrumento de sistematização do cuidado de enfermagem da criança com lesão por pressão. Os produtos são inéditos para a organização do processo de trabalho utilizando a Teoria de Wanda Horta. Conclusão: Essa pesquisa tem potencial de gerar impacto e ser aplicado a nível local, regional e nacional, pois descreve de forma sistematizada as etapas e recursos necessários para a implantação e implementação da sistematização ao paciente pediátrico com lesão por pressão, possuindo conteúdo atual e possibilitou a construção coletiva de um fluxograma e de um instrumento de avaliação da criança com lesão por pressão, fundamentado nas Necessidades Humanas Básicas de Horta que irão subsidiar o enfermeiro na prevenção da lesão por pressão, bem como organizar o processo de trabalho dos enfermeiros junto ao paciente pediátrico.
Descritores: Enfermagem. Lesão por pressão. Pediatria. Enfermagem pediátrica.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105