TECNOLOGIA EDUCACIONAL PARA O EXAME CLÍNICO DE ENFERMAGEM

Nome: Evandro Bernardino Mendes de Melo
Tipo: Dissertação de mestrado profissional
Data de publicação: 06/11/2018
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Cândida Caniçali Primo Co-orientador
Mirian Fioresi Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Cândida Caniçali Primo Coorientador
Carlos Alberto da Cruz Sequeira Examinador Externo
Eliane de Fátima Almeida Lima Examinador Interno
Hugo Cristo SantAnna Suplente Externo
Mirian Fioresi Orientador
Walckiria Garcia Romero Sipolatti Suplente Interno

Resumo: RESUMO
MELO, E.B.M. Tecnologia educacional para o exame clínico de enfermagem. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal do Espírito Santo. 2018. Introdução: O exame clínico constitui a primeira etapa do Processo de Enfermagem, portanto deve ser realizado com pleno domínio teórico prático, uma vez que precede a base do pensamento clínico e crítico do enfermeiro. No entanto, percebe-se que o exame clínico não é realizado em sua totalidade de forma sistemática e deliberativa por estudantes de enfermagem e enfermeiros, sendo a falta de habilidade teórico prática um dos principais fatores que corroboram para essa lacuna. Objetivos: Elaborar e validar o conteúdo do aplicativo sobre o exame clínico de enfermagem para o ensino; Construir o aplicativo sobre exame clínico de enfermagem para o ensino. Metodologia: Estudo metodológico que seguiu o método do Design Centrado no Usuário conforme ABNT ISO/TR 16982:2014, realizado em três etapas: 1) Elaboração do conteúdo técnico científico; agrupamentodas Necessidades Humanas Básicas de Horta; e seleção dos títulos diagnósticos da NANDA-I; 2) Validação do conteúdo do aplicativo; 3) Construção do aplicativo. No primeiro momento foram selecionados os conteúdos utilizando artigos e livros textos sobre enfermagem, exame físico, semiologia, Teoria das Necessidades Humanas Básicas de Horta, a classificação de diagnósticos de enfermagem da NANDA-I, e a experiência dos pesquisadores; agrupamento das Necessidades Humanas Básicas da Teoria de enfermagem de Horta; e seleção dos títulos diagnósticos da NANDA-I. Na segunda etapa, foi realizada a validação de conteúdo por consenso por nove juízes, para avaliar a concordância foi utilizado o Índice de Validade de Conteúdo (IVC) pontuados de acordo com a escala Likert: (1- Adequado; 2-Necessita de adequação; 3-Inadequado). A terceira etapa de construção do aplicativo ocorreu através da geração dealternativas de implementação e prototipagem. Resultados: Obteve-se média geral de IVC=0,88, considerado adequado. O aplicativo móvel CuidarTech “SemioTech – Exame Clínico de Enfermagem” possui sete telas que integram os elementos para realização do exame clínico de enfermagem. Conclusão: O conteúdo do aplicativo segundo avaliação dos juízes é confiável, adequado e eficiente. O aplicativo será incorporado no ensino de semiologia no Curso de graduação em Enfermagem da Universidade.
PALAVRAS CHAVES: Exame físico; Tecnologia biomédica; Tecnologia educacional; Educação em saúde.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105