DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVO PARA ENSINO DO PROCESSO DE ENFERMAGEM EM PEDIATRIA

Nome: Kelryanna Almeida da Cruz Nunes
Tipo: Dissertação de mestrado profissional
Data de publicação: 03/04/2020
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Cândida Caniçali Primo Orientador
Eliane de Fátima Almeida Lima Co-orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Cândida Caniçali Primo Orientador
Elenice Valentim Carmona Examinador Externo
Eliane de Fátima Almeida Lima Coorientador
Franciele Barros de Souza Sobreira Suplente Interno
Luciana Nascimento Barcellos Suplente Externo
Mirian Fioresi Examinador Interno

Resumo: Introdução: O processo de enfermagem no cuidado a criança e sua família em hospitalização auxilia na resolução de problemas reais ou potenciais, na redução de riscos e danos que podem advir da assistência hospitalar. Deste modo, é importante investir na elaboração de ferramentas educacionais que possam contribuir no ensino aprendizagem da prática clínica do enfermeiro e do estudante de enfermagem para um cuidado qualificado a criança hospitalizada. Objetivos: Elaborar o conteúdo de um aplicativo para apoio ao processo ensino-aprendizagem do processo de enfermagem para enfermeiros, estudantes e professores de enfermagem acerca da criança hospitalizada por acometimentos gastrointestinais e cardiopulmonares; desenvolver e avaliar o aplicativo. Metodologia: Trata-se de uma pesquisa aplicada de desenvolvimento tecnológico, organizada em três momentos: 1) Elaboração do conteúdo do aplicativo, a partir das seguintes fases: Identificação e construção dos diagnósticos de enfermagem NANDA I e CIPE® para crianças hospitalizadas por acometimentos gastrintestinais e cardiopulmonares realizada por meio de uma revisão de literatura; Seleção dos resultados e intervenções de enfermagem; Construção dos histogramas dos procedimentos de enfermagem; Organização dos estudos de caso. 2) Construção do aplicativo seguindo o método do Design Centrado no Usuário em quatro etapas: Definição de requisitos e elaboração do mapa conceitual do aplicativo; Geração das alternativas de implementação e prototipagem; Testes; e Implementação; e 3) Avaliação do conteúdo do aplicativo com enfermeiros especialistas em pediatria. A busca por juízes ocorreu por amostragem tipo snowball. Resultados: Os diagnósticos encontrados na revisão foram: ventilação espontânea prejudicada e padrão respiratório ineficaz; troca de gases prejudicada e desobstrução ineficaz de vias aéreas; constipação, diarreia e motilidade gastrintestinal disfuncional; débito cardíaco diminuído, intolerância à atividade, perfusão tissular ineficaz, volume de líquido excessivo, hipertermia e dor aguda. E os diagnósticos relacionados a família foram: déficit no conhecimento da família sobre doença, enfrentamento ineficaz e paternidade ou maternidade prejudicada. Foram elaborados 21 estudos de caso na NANDA I e 21 da CIPE®, que foram relacionados a 20 resultados NOC e 21 CIPE®, tendo ainda a elaboração de 67 intervenções CIPE®, e 28 intervenções e 92 atividades de enfermagem da NIC, distribuídos nas NHB de Horta. Produto: O aplicativo “CuidarTechPed”, possui um conteúdo que, segundo avaliação dos juízes, é confiável, adequado e eficiente, que integra os elementos necessários para aplicação do processo de enfermagem à criança hospitalizada pelos acometimentos gastrointestinais e cardiovasculares, organizados pelas necessidades humanas básicas, trazendo “Estudos de caso” que estimulam o exercício do raciocínio diagnóstico acerca dos principais Diagnósticos, Resultados e Intervenções de Enfermagem CIPE® e NANDA-I, além de proporcionar um apoio instrucional na execução dos procedimentos de enfermagem mais exercidos nesse âmbito para efetivação do processo de cuidar. Conclusão: O aplicativo poderá ser utilizado pelos estudantes ou profissionais da enfermagem para esclarecer dúvidas, auxiliar no raciocínio diagnóstico e nas tomadas de decisão, embasada por classificações própria da profissão, tendo ainda potencial para facilitar o planejamento do cuidado à criança hospitalizada, salientando destaque à participação e à centralidade da família como coparticipante ativa nesse cuidado. Palavras-chaves: Processo de enfermagem; Saúde da criança; Aprendizagem Baseada em Problemas; Tecnologia Educacional; Aplicativos Móveis; Smartphone.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105