Desenvolvimento, Aplicação e Avaliação de Tecnologias para a Assistência de Enfermagem

Resumo: Introdução: A Tecnologia no âmbito da saúde pode ser entendida com diversos significados, perpassando tanto pela parte teórica, principalmente no que se refere à questão conceitual, como nos impactos da incorporação de tecnologias no serviço de saúde (SILVA, FERREIRA, 2014). Engloba também diversos saberes utilizados para a materialização e utilização de produtos, bem como para organizar as relações humanas (BARRA et al., 2006). As tecnologias podem ser classificadas em três categorias: tecnologias duras, caracterizadas pelo uso de equipamentos; tecnologias leve-duras, próprias dos saberes estruturados, normas, protocolos e conhecimento, e as tecnologias leves, das relações (MERHY,2011). Na Enfermagem temos as tecnologias educacionais, assistências e gerenciais. As Tecnologias Educacionais são os processos de educação relacionados com o processo de aprender e ensinar, na perspectiva de promover mudanças tendo a educação como uma forma de intervenção e transformação das realidades sociais( FREIRE 1986) Tecnologias Assistenciais estão relacionadas com cuidar e envolve os profissionais e os clientes/usuários, em diferentes níveis de atenção, e através de investigações, aplicações de teorias, constructos e da experiência cotidiana que emergem das necessidades e realidades concretas dos participantes dos estudos e com esta população contribuir na construção do conhecimento e desenvolvimento técnico-científico, com ações sistematizadas, processuais e instrumentais para a prestação de uma assistência qualificada ao ser humano. Já as Tecnologias Gerenciais são usadas nos processos de gestão por profissionais da área da saúde (SILVA, FERREIRA, 2014). Objetivo: Desenvolver, avaliar e aplicar tecnologias para a Assistência de Enfermagem. Método: Trata-se de uma ampla pesquisa de desenvolvimento tecnológico, portanto, para desenvolver, avaliar e aplicar as tecnologias, há necessidade em utilizar-se da pluralidade teórica (MAINARDES,(2018) e, diversos tipos de pesquisa serão acessados, tais como: pesquisas descritivas, pesquisas metodológicas, revisões de escopo, ensaios clínicos e pesquisas quase experimentais. Os dados quantitativos serão analisados através do Social Package Statistical Science (SPSS) versão 20.0 e os qualitativos, a produção dos dados das-se-ão, por meio de análise de conteúdo de Bardin (2011), grupo focal RESSEL, et al (2008), dentre outros.

Data de início: 2020-02-10
Prazo (meses): 60

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Mestrado Laila Maria Duarte Borges
Aluno Mestrado Michele da Silva
Aluno Mestrado Catrine Storch Moitinho
Aluno Mestrado Vanessa Crysthina Araujo Franco de Sá
Aluno Mestrado Mirian Cardoso de Rezende Soares

Páginas

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105