Efeitos da exposição crônica ao acetato de chumbo sobre os parâmetros cardiovasculares de ratos hipertensos e normotensos

Resumo: Pesquisas do nosso laboratório têm relacionado à exposição ao chumbo com o aumento da pressão arterial. Entretanto, os efeitos e os mecanismos envolvidos nas complicações cardiovasculares promovidas por este metal ainda não foram totalmente elucidados, principalmente no que diz respeito a alterações frente a estados de comorbidades cardiovasculares, como a hipertensão. O presente estudo visa avaliar, em animais normotensos e hipertensos, os efeitos da exposição por 30 dias a 100 ppm de acetato de chumbo em água de beber. Será avaliada semanalmente, através da pletismografia de cauda, a pressão arterial sistólica. Ao final dos 30 dias de tratamento, após a indução anestésica, será feito a cateterização da artéria carótida direita e da veia jugular (direita), a fim de avaliar os parâmetros hemodinâmicos do animal anestesiado, no qual, serão avaliadas a pressão arterial sistólica (PAS), a pressão arterial diastólica (PAD), a pressão arterial média (PAM), os parâmetros ventriculares e a frequência cardíaca (FC) e avaliar a contratilidade do músculo papilar no sistema de contração isométrica. Os dados serão expressos em média ± EPM. Será utilizada teste t de Student ou ANOVA uma ou duas vias com pós- teste de Tukey ou Bonferroni. p < 0,05 será considerado significante.

Data de início: 2012-06-01
Prazo (meses): 12

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Colaborador Ivanita Stefanon
Colaborador Lorena Barros Furieri
Coordenador Dalton Valentim Vassallo
Coordenador Mirian Fioresi
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105