CONSULTA DE ENFERMAGEM À PESSOA VIVENDO COM HIV/AIDS: UMA PROPOSTA DE INSTRUMENTO PARA COLETA DE DADOS

Nome: CLARISSA EUDOXIO DA SILVA DE ARAUJO
Tipo: Dissertação de mestrado profissional
Data de publicação: 25/11/2021
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
THIAGO NASCIMENTO DO PRADO Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
ANNE CAROLINE BARBOSA CERQUEIRA VIEIRA Examinador Externo
ELIANE DE FÁTIMA ALMEIDA LIMA Suplente Interno
GEISA FREGONA CARLESSO Suplente Externo
MÁRCIA VALÉRIA DE SOUZA ALMEIDA Examinador Interno
PAULETE MARIA AMBROSIO MACIEL Coorientador

Páginas

Resumo: Introdução: A introdução de avanços tecnológicos ao tratamento do HIV/AIDS contribui para o aumento da sobrevida das pessoas que vivem com HIV. No entanto, a mudança do perfil da doença para condição crônica trouxe diversos desafios a serem enfrentados, como os impactos da terapia antirretroviral e o desenvolvimento de comorbidades, que podem dificultar a adesão ao tratamento. Nesse sentido, instrumentalizar a assistência de enfermagem voltada para as necessidades específicas das pessoas vivendo com HIV/AIDS colabora para a melhoria da qualidade do cuidado disponibilizado e pode proporcionar benefícios ao profissional, ao paciente e à instituição. Objetivos: Construir e validar o conteúdo do instrumento para a consulta de enfermagem à pessoa vivendo com HIV/AIDS, baseado na Teoria das Necessidades Humanas Básicas de Wanda Aguiar Horta. Metodologia: Trata-se de um estudo metodológico que foi desenvolvido em três etapas. Primeira etapa: a) identificação dos indicadores empíricos das necessidades humanas básicas da pessoa vivendo com HIV/AIDS por meio da revisão integrativa da literatura, e b) construção do instrumento inicial do estudo contendo os indicadores empíricos segundo os níveis de Necessidades Humanas Básicas, apresentados por Horta. Segunda etapa: validação do conteúdo do instrumento por enfermeiros que atuam no cuidado à pessoa vivendo com HIV/AIDS. Terceira etapa: construção do instrumento de coleta de dados para consulta de enfermagem à pessoa vivendo com HIV/AIDS abrangendo os indicadores validados pelos juízes enfermeiros. Resultado: Foram identificados 158 indicadores empíricos e, após a validação do instrumento inicial pelos juízes, 126 indicadores atingiram a média ponderal ≥ 0,80, sendo 72 (57,14%) das necessidades psicobiológicas, 52 (41,27%) das necessidades psicossociais e 2 (1,59%) das necessidades psicoespirituais. Assim, foi construída a versão final do instrumento de coleta de dados para consulta de enfermagem à pessoa vivendo com HIV/AIDS estruturado de acordo com a Teoria das Necessidades Humanas Básicas de Wanda Horta. Produto: Instrumento de coleta de dados para consulta de enfermagem à pessoa vivendo com HIV/AIDS. Conclusão: O instrumento de coleta de dados para a consulta de enfermagem à pessoa vivendo com HIV/AIDS possibilita a identificação das necessidades afetadas desses pacientes, de acordo com os níveis de necessidades descritos por Wanda Horta, fundamentando a prática clínica do enfermeiro e favorecendo o planejamento adequado da assistência de enfermagem. Será solicitada a incorporação do instrumento ao prontuário eletrônico, para que seja adotado à prática clínica dos enfermeiros atuantes no centro de referência em infecções sexualmente transmissíveis do município de Vitória.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105