Tópicos Especiais: Enfermagem e Sociedade

Código: PENF0049
Curso: Mestrado Profissional em Enfermagem
Créditos: 2
Carga horária: 30
Ementa: Epistemologia do conceito de saúde. O ideal edênico no descobrimento e colonização do Brasil. Práticas de saúde e a formação médica no Brasil colonial. O nascimento (histórico) da medicina social, da enfermagem profissional e do hospital. Disciplina e enfermagem. Biopolítica e biopoder. Racionalidades Médicas. Interfaces atuais da Enfermagem com as práticas populares de cuidado em saúde: religiosidade, rituais e cura.
Bibliografia: 1. CAPONI, S.. Georges Canguilhem y el estatuto epistemológico del concepto de
salud. Hist. cienc. saude-Manguinhos,  Rio de Janeiro ,  v. 4, n. 2, out..  1997.
2. DONATO, Hernâni. O Éden americano: foi no interior do Brasil que a serpente
ofereceu a Eva um suculento maracujá. Rev Problemas Brasileiros, ano 38, n.
343, jan/fev, 2001.
3. FOUCAULT, Michel. Os corpos dóceis. In: Vigiar e punir: nascimento da prisão. ed. Petrópolis: Vozes, 2013. p. 131-163
4. FOUCAULT, Michel. Os recursos para o bom adestramento. In: Vigiar e punir:
nascimento da prisão. 41 ed. Petrópolis: Vozes, 2013. p. 164-185.
5. FOUCAULT, Michel. O nascimento da medicina social. Microfísica do poder. 25. ed São Paulo: Graal, 2008. p. 79-98. - Versão em pdf disponível em:
http://lp.ilivid.com/?appid=266&subid=nym1CKai1p2wu4mqPBACGJjqpI_Buq...
MTg5LjE0LjE5Mi43NSgB . . p. 47-57.
6. FOUCAULT, Michel. O nascimento do hospital. In: Microfísica do poder. 25. ed
São Paulo: Graal, 2008. p. 99-111. . Versão em pdf disponível em:
http://lp.ilivid.com/?appid=266&subid=nym1CKai1p2wu4mqPBACGJjqpI_Buq...
MTg5LjE0LjE5Mi43NSgB . - p. 58-65.
7. FOUCAULT, Michel. Em defesa da sociedade. São Paulo: Martins Fontes, 1999.
p. 285-315.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM
MESTRADO PROFISSIONAL EM ENFERMAGEM

8. HOLANDA, Sérgio Buarque de. Visão do paraíso. In: Visão do paraíso: os motivos edênicos no descobrimento e colonização do Brasil. 6 ed. São Paulo: Cia das Letras, 2010. p. 275-355.
9. LUZ, Madel Therezinha. Medicina e racionalidades médicas: estudo comparativo da medicina ocidental contemporânea, homeopática, chinesa e ayuvérdica. In:
CANESQUI, Ana Maria (org.). Ciências sociais e saúde para o ensino médico.
São Paulo: Hucitec, 2000. p. 181-200.
10. MOREIRA, Almerinda. A profissonalização da enfermagem. In: OGUISSO, Taka.
Trajetória histórica e legal da enfermagem (org). 2 ed rev ampl. Barueri:
Manole, 2007. p. 98-119.
11. PELBART, Peter Pál. Vida capital: ensaios de biopolítica. São Paulo: Iluminuras,
2011. PIMENTA, Tânia Salgado. Entre sangradores e doutores: práticas e formação médica na primeira metade do século XIX. Cad Cedes, Campinas, v.23, n.59, p. 91-102, abr, 2003. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ccedes/v23n59/a07v23n59.pdf .
Acesso em: 02 mar. 2016.
12. RABELO, Maria Cristina M. Religião, ritual e cura. In: ALVES, Paulo Cesar; MINAYO, Maria Cecília de S. (orgs). Saúde e doença: um olhar antropológico. Rio de Janeiro: Ed Fiocruz, 1994. p. 47-55.
13. SIMÕES, Juliana Pereira. CAPONI, S. Benzedeiras de Maruipe: uma prática de
cuidar em extinção. Dissertação (Mestrado). Vitória: Programa de Pós-Graduação
em Saúde Coletiva, 2014. Disponível em: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1211 .
Acesso em: 02 mar. 2016

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105